fbpx

Master Franqueado vs Franqueado

O QUE É MASTER FRANQUEADO?

Ao decidir por formatar a sua marca transformando-a em franquia, subentende-se que o principal objetivo é a expansão. Mas, por vezes, se inserir em mercados desconhecidos não é tão simples de se executar. O território interfere diretamente nos desafios que a franquia vai enfrentar e ter um suporte regional, por vezes, é um caminho mais certeiro para o sucesso, do que desbravar águas desconhecidas sem um guia.

A figura do Master Franqueado surge então como um parceiro da franqueadora, executando o papel de guia e conectando o seu conhecimento local aos interesses de expansão da franquia. O primeiro passo ao se associar, é desenhar um contrato que delimita a zona de ação que esse Master Franqueado vai poder agir em nome da marca, o que por vezes, pode ser uma região, estado ou até mesmo um país inteiro.

Quer um exemplo? A rede americana de fast-food Taco Bell veio ao Brasil através de um contrato de Master Franquia com um grupo de investimento brasileiro, o qual tem responsabilidade por todas as lojas a serem abertas no país.

Esses contratos de Master Franquia são mais complexos que com um de franqueador comum. Nos documentos estão delineadas mais responsabilidades por parte do Master Franqueado e é pensado em uma colaboração de longo prazo. No caso do Taco Bell, o Master Franqueado brasileiro tem como objetivos criar 200 lojas até 2027.

Dessa forma, esperara-se que um Master Franqueado tenha um protagonismo na sua região de ação. Ele não só vai captar novos investidores que estejam interessados em comprar as suas franquias, como também dar suporte aos franqueados dentro do escopo citado no contrato. O principal papel de um Master Franqueado é adaptar a franquia para se ambientar melhor na região, mas sempre tendo em vista o consentimento da marca para não perder a essência do negócio.

O papel do Master Franqueado depende muito da franquia em questão. Não existe regras duras, mas problemas como lidar com fornecedores locais, recrutamento de força de trabalho, organizar a logística para o escoamento de produtos, gerenciamento das propagandas e campanhas de marketing, entre muitos outros.

É preciso ter muita cautela ao desenvolver o contrato, assim como assiná-lo para não deixar nenhuma informação de fora, que comprometa o bom relacionamento das duas partes. Além de criar cláusulas de rescindimento que, por vezes, contém salvaguardas com compensações monetárias.

Outro tópico que pode estar delimitado nesses contratos são metas de desempenho como quantas unidades vão ser abertas em um determinado período? Quais sanções serão aplicadas, em caso de as metas não serem alcançadas.

Existe algum regimento de bônus de bom desempenho?

Todo esse esforço na hora de desenhar o contrato tem o intuito de controlar a qualidade dos serviços que vão ser oferecidos por esse Master Franqueado, uma vez que ele está virando um porta-voz da marca na região.

Os Master Franqueados têm responsabilidade não só sobre os seus negócios, como pelo de terceiros também, aumentando sua responsabilidade. Mas por que esses profissionais escolhem esse caminho, ao invés de ser mais um franqueado comum?

Royalties é a resposta. As franqueadoras repassam parte dos royalties para os Master Franqueados das lojas que estão na zona de exclusividade, aumentando os seus lucros em quantidades substanciais.

MASTER FRANQUEADO VS FRANQUEADO

Do outro lado da mesa existe o franqueado comum que precisa se preocupar apenas com o bom desempenho da sua loja. Mesmo não sendo remunerado com royalties a mais, como os Master Franqueados, os franqueado comuns preferem ter esse tipo de papel para concentrar os seus esforços em uma única atividade, maximizando o seu lucro. Sem contar que exige um investimento menor, não havendo a necessidade de ter um conhecimento anterior sobre o mercado, já que este vai seguir as diretrizes da franqueadora.

Outro aspecto a se considerar são os perfis profissionais distintos que cada uma dessas funções precisa ter. Um Master Franqueado precisa ser uma pessoa incansável, que saiba lidar com a pressão do cargo, sendo cobrado não só pela franqueadora como os franqueados a quais é responsável. Além disso, ter um network extenso para prospecção de novas franquias e fundo financeiro para dar conta da estruturação desse negócio, são pontos importantes.

Segue abaixo os pontos positivos e negativos de ser um Master Franqueado:

Positivos:
– Recebimento de royalties;
– Exclusividade de comercialização na zona de ação.
Negativos:
– Alto investimento inicial;
– Mais responsabilidades;
– Mais funções.

Aqui, os pontos positivos e negativos de ser um Franqueado:

Pontos positivos:
– Investimento inicial menor;
– Menos funções;
– Menos responsabilidades;
– Não há a necessidade de conhecimento prévio do mercado.

Pontos negativos:
– Retorno dos royalties menor que do Master Franqueado.

Agora que você já leu toda a matéria, em qual desses perfis você mais se identifica, do Master Franqueado ou Franqueado?

Fique por dentro do mundo do franchising no Blog GSPP!
Equipe GSPP

Saiba Mais