fbpx

Dicas de Gestão Empresarial

Princípios de trabalho – Segundo Ray  Dalio Raymond Thomas Dalio é um bilionário americano,  nascido em 1949, em Nova Iorque, gerente de fundos de hedge e filantropo que atua como co-diretor de investimentos da Bridgewater Associates desde 1985. Ele fundou a Bridgewater em 1975, logo após ter se formado na Harvard Business School.

Ao longo de toda sua trajetória, conduziu sua empresa de forma única e inovadora, destacou-se como um dos maiores consultores de toda a história,  tanto para a iniciativa privada como para o governo Norte Americano. Toda essa história está detalhadamente descrita em seu livro “Princípios”,  no qual conta toda a sua trajetória, no primeiro capítulo. Ele divide os princípios em duas categorias: vida e trabalho.

Aqui, vamos elencar os princípios de trabalho por ele descritos. Estes pontos conduziram toda a sua carreira e foram fundamentais para o sucesso de sua empresa, pois estes princípios faziam e fazem parte do dia a dia de todos que nesta atuam. Sendo Ray Dalio, princípios são verdades fundamentais que servem como base para um comportamento que proverá o que você deseja.

Vamos aos princípios:

1. Confie na sinceridade e na transparência radicais.

Seja íntegro e cobre o mesmo dos outros, ninguém deve temer falar a verdade.

2. Cultive trabalho e relações relevantes.

Seja leal à missão da empresa, todos devem se preocupar com o outro, valorize pessoas honradas e capazes, pois elas serão generosas com você.

3. Crie uma cultura em que seja ok cometer erros e inaceitável não aprender com eles.

Dor + reflexão = progresso

4. Entre em sincronia e se mantenha assim.

Seja assertivo e tenha a mente aberta.

5. Pondere seu processo decisório pela credibilidade.

Crie um conselho de tomada de decisões e envolva as melhores pessoas para diferentes tópicos.

6. Reconheça como superar desacordos.

Os princípios devem ser vistos como leis, por isso, mesmo aqueles que discordarem devem acatar e seguir de acordo com o decidido.

7. Quem é mais importante do que O quê.

Contrate pessoas melhores do que você, seja o maestro e tenha indivíduos responsáveis para cada área.

8. Contrate bem: contratações ruins são superprejudiciais.

Coloque a pessoa certa para cada projeto. Contrate pessoas com valores que você queira em sua vida.

9. Treine, teste, avalie e filtre as pessoas constantemente.

Entenda perfeitamente se aquela pessoa está certa para aquele projeto, avalie constantemente e treine, mas não perca o seu tempo e o dela se essa relação não acontecer.

10. Opere bem a máquina para atingir os seus objetivos.

Grandes gestores orquestram,  não tocam instrumentos, mas guiam para que todos toquem maravilhosamente bem.

11. Identifique e não tolere problemas.

Perceber uma fraqueza não é o mesmo que aceitá-la, é o passo inicial rumo à superação do problema.

12. Diagnostique os problemas para chegar às causas raízes.

Não veja o erro como um incidente isolado, investigue até encontrar a causa raiz; personifique quem causou o erro; verifique se a causa do problema raiz é isolada ou um padrão.

13. Aperfeiçoe sua máquina para superar problemas.

Construa a sua organização em torno de objetivos e não de tarefas.

14. Faça o que você se propôs a fazer.

Trabalhe por objetivos empolgantes, faça listas, reserve tempo para descanso e renovação,  festeje.

15. Utilize ferramentas e protocolos para formatar a execução do trabalho.

Ter os princípios sistematizados e embutidos em ferramentas é valioso para uma meritocracia de ideias.

16. Não negligencie a governança.

Todas as organizações precisam ter freios e contra-freios,  em uma meritocracia de ideias um único CEO não é  tão bom quanto um grupo de líderes.

Por Umberto Papera Filho, sócio-diretor do GSPP

Saiba Mais