fbpx
Possuo uma Marca e quero transformá-la em Franquia

Possuo uma Marca e quero transformá-la em Franquia. O que devo fazer?

Bastante interessante, o assunto é pauta entre diversos profissionais.

Em primeiro lugar, é bom ressaltar o crescimento do setor de franchising no nosso País, apesar do momento conturbado que estamos vivenciando.

Para fazer tal afirmação, consubstanciamo-nos em alguns indicadores apresentados pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), que apontam o referido crescimento.

– Faturamento bruto das redes franqueadoras crescendo ano após ano acima da inflação;

– Números estáveis de redes franqueadoras;

– Unidades franqueadas também crescendo anualmente;

Resumidamente: notamos que o faturamento do setor cresce, as unidades franqueadas aumentam e as redes franqueadoras permanecem estáveis.

Com isso, orgulhosamente enfatizamos que o mercado de franquia está na contramão da crise.

“Não existe crise para todo mundo ao mesmo tempo”.

Com a explanação inicial referente ao mercado, permitimo-nos entrar no tema central ora proposto.

“Quero ser um franqueador, mas estou preparado?” “Este é o momento de transformar a minha marca em uma rede de franquia?”.

Não resta dúvida de que um dos canais de distribuição mais seguros no Brasil é a franquia, desde que feito de maneira correta e profissional.

Percebemos, ao longo dos anos, que muitos empresários sempre argumentam que as suas empresas ainda não estão preparadas para tornarem-se franqueadoras.

Uma coisa é certa: sempre que nós, empresários, olhamos para dentro dos nossos negócios, queremos alterá-los. O que queremos dizer com isso, é que nunca conseguiremos chegar à perfeição, mas a cada dia que “treinamos”, chegamos ainda mais perto da excelência.

Consideramos que uma rede franqueadora, para ser bem sucedida, tem que primar pelas excelências destes 04 pilares: planejamento, gente, relacionamento e treinamento.

Expandir um negócio através do franchising, requer certo investimento inicial e trabalho. Primeiro, as áreas da sua empresa devem estar nos formatos ideais para,depois, o formato ser replicado a terceiros.

Para tornar uma marca franqueável, é importante que você olhe para dentro do seu negócio e faça algumas perguntas a fim de avaliar determinados aspectos iniciais. É importante ressaltar que, nem sempre, a falta de um ou outro aspecto torna impeditivo o processo de expansão através da franquia. Através do treinamento constante, fator explicitado anteriormente, poderemos chegar lá.

Questione-se:

– Minha marca possui um histórico de sucesso?

-Minha empresa está saudável financeiramente ou quero usar a franquia para tentar salvar o meu negócio?

– Tenho capacidade financeira para suportar os custos iniciais de uma formatação?

– Meus produtos ou serviços apresentam diferenciais competitivos diante da concorrência?

– Tenho know-how (autoridade e conhecimento) do meu negócio?

– Tenho atitude varejista?

– Minha operação possui potencial e condições de ser replicada a terceiros?

Enfim, estas são apenas algumas dicas para quem pretende iniciar no segmento do franchising.

Lembrando que, a falta de algum destes aspectos não impede você de tornar-se um franqueador. Ressalto também, que o processo de formatação de franquia contribui bastante para o aperfeiçoamento dos processos internos de uma marca. Fazendo assim, você chegar mais perto da perfeição nos seus negócios.

Por Andre Luís Soares Pereira

Saiba Mais