fbpx

Devo abrir uma franquia ou investir em um negócio próprio?

Uma dúvida frequente para aqueles que tem um capital disponível de investimento, mas não sabem para onde destiná-lo é: devo investir em uma franquia ou abrir meu negócio próprio começando do zero?

A verdade é que não existe uma resposta exata para esta pergunta. Cada escolha tem suas vantagens e desvantagens, e esta, dependerá muito do seu perfil empreendedor, cabendo a você avaliar o que se enquadra melhor nas suas expectativas.

Um ponto que ambas têm em comum para alcançar o sucesso é a dedicação. Seja virando um franqueado ou criando sua própria empresa, o perfil empreendedor deve estar sempre a frente. Afinal, empreender é lidar com incertezas. Não basta ter capital para investir, é preciso ter iniciativa, capacidade de planejamento, autoconfiança, liderança e perseverança. Estas características te levarão ao êxito, independente da escolha.

Ao optar por investir em uma franquia, existem algumas vantagens como:

1. Trabalhar com uma marca que tenha reconhecimento no mercado;

2. Ter um plano de negócio analisado, estudado e testado;

3. Ter uma assessoria constante para todas as suas dúvidas;

4. Ter um manual de operação e treinamento específico implementado;

5 . Ter um planejamento de marketing;

Ter manuais prontos com padrão de funcionamento, fornecendo as instruções para a execução do negócio.

Por se tratar de franquias, existem alguns pontos que, primeiramente, podem parecer não atrativos, porem ao entender que estes são utilizados com o objetivo de custear os gastos para o bem, o reconhecimento e a organização da rede, tornam-se muito mais positivos que negativos. Estes pontos são:

1.  Pagamento da taxa de franquia;

2. Pagamento dos royalties;

3. Seguir regras do franqueador;

4. Limitação de expansão;

5. Restrição de criatividade.

Por outro lado, ao abrir o seu negócio próprio e independente, começando do zero, em geral, as vantagens encontradas são:

1 . Liberdade para criação;

2. Possibilidade de crescimento exponencial;

3. Autonomia nas tomadas de decisão;

4. Gestão do negócio.

Em contra partida, por ser tratar de uma ideia que às vezes nem saiu do papel, existem desvantagens pontuais que precisam estar alinhadas com os possíveis riscos que possam acontecer, como por exemplo:

1 . Ter a ideia definida;

2. Desenvolver todos os processos;

3. Construir o reconhecimento da marca no mercado (demandando tempo e um custo alto de investimento)

4. Necessidade de pesquisas;

5. Não ter nenhum suporte específico.

Ao analisar os pontos citados acima, é possível observar que ambas situações têm suas vantagens e desvantagens. Como dito anteriormente, cabe a você, empresário, fazer uma análise e identificar em qual das duas escolhas você se enquadra melhor. Quais características estão mais alinhadas com as suas expectativas?

Se o seu perfil é de alguém que gosta de autonomia e liberdade para criação, é possível que tenha dificuldade em se adaptar ao sistema de franquia. Caso contrário, a opção de se investir em franquias é sempre a melhor.

Você que se viu mais favorável investindo em franquias, mas fica receoso quanto a limitação de crescimento, nossa dica é optar por franquias que tenham um investimento mais alto, possibilitando maiores retornos. Ou então, tornar-se um multifranqueado, investindo em mais de uma franquia. Comece abrindo a primeira loja, entenda como funciona o sistema e a gestão do negócio. Acertando nisso, abra novas unidades, que não precisam, necessariamente, ser do mesmo segmento.

Caso o ramo de franquias seja de seu interesse, mas não como franqueado e sim como franqueador, comece o seu negócio próprio com uma estrutura para ser replicável, isso facilitará a franqueabilidade da sua marca.

Saiba como formatar uma franquia, aqui 

Se você leu este post e está interessado em abrir uma franquia, confira nosso portfólio e entre em contato com um de nossos consultores.

O GSPP é referência no mercado de formatação e comercialização de franquias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *