fbpx

Formatação de Franquias: Saiba como Formatar uma Franquia

De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), o Brasil é o terceiro país do mundo em número de franquias desenvolvidas, são 220 mil. Cada vez mais empresas de todos os portes e segmentos aderem ao sistema de franquia. Ou seja, transformam sua marca em uma rede de franquias. Porém essa transição não é simples. É um mercado que exige conhecimento, capacidade, preparo e experiências.

O franchising permite que as marcas cresçam com uma velocidade bem maior do que se fosse apenas com capital e estrutura própria.

O ideal, de início, é que o futuro franqueador se submeta a um estudo que analise e avalie o negócio por completo. O conceito, o produto, o mercado, concorrência e público-alvo, são essenciais. É preciso discutir muito bem o melhor perfil de franqueado e encontrar o melhor modelo de negócio para as duas partes.

Outro ponto importante é o franqueador dominar totalmente o seu negócio, para que a formatação da franquia seja completa. E que saiba como treinar seus franqueados, acompanhando-os com uma equipe adequada sempre que possível.

A formatação de franquia é dividida em etapas como análise de franqueabilidade, análise financeira e do modelo de negócios, planejamento jurídico (elaboração de documentos jurídicos e contratos que definem os direitos e deveres das partes envolvidas), documentos exigidos pela lei do franchising, planejamento operacional (definições de estratégias e elaboração de processos), elaboração de planejamento de marketing e planejamento comercial. Tudo isso demanda um conhecimento em gestão de negócios que nem sempre o dono da marca possui.

1. Formatação de Franquia: Análise de Franqueabilidade

Antes de seguir com o projeto de formatação de franquia, é imprescindível saber se o negócio é franqueável. Isso se dispõe através da análise de aspectos estruturais da empresa, dando a certeza de que o modelo é replicável para ser formatada em unidades de franquia.

É através de um estudo aprofundado, das finanças, planejamento estratégico, marketing, possiblidade de transmissão dos processos, de todos os aspectos estruturais da empresa que se tem a certeza da franqueabilidade da marca, garantindo assim o controle de qualidade e padronização da franquia.

A processo de formatação é um desafio para os empreendedores.

Em muitos casos, é possível verificar, logo de início, a inviabilidade do projeto, seja por questões de processos, finanças ou algum outro ponto que não torne o modelo de franquia rentável. É preciso identificar os pontos que devam ser melhoradas para possibilitar a expansão da marca.

2. Formatação de Franquia: Análise Financeira e modelo de negócios

Existem no Brasil mais de duas mil e quinhentas marcas que trabalham com o sistema de franquia, o portfólio é grande e as oportunidades agradam muitas pessoas. A importância da análise financeira e do modelo de negócio do projeto tem o objetivo de garantir que a franquia seja rentável para o franqueador e seus respectivos franqueados, além de ter os diferenciais quando se comparada aos concorrentes.

Nesta fase, é feito um “raio x” completo avaliando a empresa, mercado atual e a capacidade de utilizar um processo replicável para implantação, definição do plano de expansão e estratégia de abertura das lojas.

Os dados analisados resultam em números importantes para a formatação de franquia como taxa de franquia, fundo de promoção, tempo de retorno do capital investido, valor de investimento, royalties, as demais taxas cobradas dos franqueados, além da gestão do sistema e oferecimento de suporte à rede.

A análise resulta no plano de expansão da franquia, traçando o perfil do franqueado, perfil do negócio e características do mercado.

3. Formatação de Franquia: Planejamento Jurídico

O planejamento jurídico é a base de toda a formatação do sistema de franquia. A partir dele são determinados os direitos e obrigações das partes que integram o sistema, através de documentos legais.

É de fundamental importância que tais documentos demonstrem transparência e eficiência na gestão empresarial. Mais do que nunca, os contratos devem permear os preceitos da probidade e boa fé, advindos do Código Civil Brasileiro.

Não resta dúvidas que a principal função de todos os documentos é prevenir possíveis litígios. Por isso, a melhor forma de estruturar os aspectos jurídicos de uma formatação de franquia é trabalhar com alguns documentos separados, facilitando, com isso, a compreensão dos mesmos.

Veja quais são os documentos mais importantes e comumente utilizados pelo sistema de franquia:

a) Questionário de Pré-qualificação;
b) Pré-contrato de Franquia;
c) Contrato de Taxa Inicial de Franquia;
d) Contrato de Franquia;
e) Procedimentos e Normas;
f) Circular de Oferta de Franquia (COF);
g) Estatuto da Associação dos Franqueados.

4. Formatação de Franquia: Documentos exigidos pela lei do franchising

Para a formatação de franquia os documentos exigidos pela lei do franchising estão presentes no Art. 3º da LEI Nº 8.955, de 15 de DEZEMBRO DE 1994, que dispõe no contrato de franquia empresarial (franchising) e dá outras previdências.

5. Formatação de Franquia: Planejamento Operacional

É fundamental que as normas e os procedimentos técnicos e operacionais da franquia estejam organizados e concentrados em um ou vários manuais. O manual deve descrever os padrões de funcionamento e fornecer as instruções para a execução do negócio, de modo a orientar o franqueado no dia-a-dia e facilitar a compreensão dos aspectos relacionados à administração e à gerência de uma unidade franqueada.

Os manuais devem contemplar questões relevantes do gerenciamento e da administração do sistema de Franquia, tais como a descrição dos processos e das rotinas operacionais, de recursos humanos, de gestão administrativo-financeira, de produtos e serviços, de técnicas e práticas de vendas, de formas de atendimento, de marketing, além de prever procedimentos e as providências anteriores à abertura de uma unidade franqueada.

6. Formatação de Franquia: Planejamento de marketing

Para o lançamento da marca que se pretende franquear, a empresa franqueadora deve formular e desenvolver estratégias e programas de marketing que permitam explorar o mercado, evidenciando os benefícios da marca para o cliente e para o futuro franqueado.

Dependendo dos produtos ou serviços oferecidos, do público-alvo, de forma como eles devem se relacionar e, ainda, da verba destinada pela empresa para cobrir esses custos, a comunicação poderá ser feita através de várias ações como, por exemplo, a contratação de uma assessoria de imprensa.

Outros métodos que podem ser utilizados para a divulgação da expansão da franquia são: seção exclusiva no website do franqueador, simples distribuição de panfletos ou exposição destes nos pontos comerciais do franqueador, a participação em feiras de franquia e a comercialização através de empresas especializadas na expansão de franquias, como o próprio grupo GSPP Consultoria.

Outro fator importante no planejamento de marketing ao formatar uma franquia é a padronização e a identidade visual e ambiental. Estes pontos agregam o valor da marca criando características de personalidade adotadas por ela. Essas características devem ser capazes de transmitir aos consumidores a sensação de que, em qualquer lugar, a franquia oferece o mesmo padrão de atendimento, os mesmos produtos ou serviços e, conforme o caso, as mesmas cores, os mesmos sabores, os mesmos odores, as mesmas proporções, o mesmo cardápio etc.

Por isso a importância da padronização dos elementos utilizados para a definição de uma identidade, facilitando o seu reconhecimento no processo de expansão da rede.

7. Formatação de Franquia: Planejamento comercial

Identificar o perfil do franqueado e a escolha certa do ponto comercial são pontos de bastante relevância para o sucesso de expansão de franquia.

a) Identificando o perfil do franqueado: a escolha certa depende de muita investigação, reflexão e sobretudo, de um profundo conhecimento, principalmente no que se refere à inteligência emocional para lidar com as adversidades e problemas rotineiros, comuns à operação diária da franquia. A oportunidade de expandir as redes deve ser analisada e tratada com muita cautela. É fundamental nesse momento, que o franqueador defina as características, atitudes, habilidades e competências que o franqueado deva possuir, necessárias à gestão e administração do negócio franqueado.

Porém é importante observar que cada tipo de negócio irá exigir um perfil diferente e o franqueador deve preocupar-se em estabelecer critérios de avaliação e níveis de exigências realistas ao seu negócio, ou caso contrário, correrá o risco de superdimensionar as características ideias e tornará impossível a tarefa de qualificação de um franqueado.

b) A escolha do ponto comercial: uma das escolhas mais importantes em qualquer tipo de negócio é a do ponto comercial. Em muitas situações, o ponto comercial pode representar o sucesso ou fracasso de um negócio.

É recomendado que o franqueador assessore o franqueado na escolha do ponto, com base em critérios, levantamentos e avaliações previamente definidos e que tenham, como prioridade, apresentar não só as características de circulação, visibilidade e potencial de público adequados à proposta da marca franqueada como, ainda, o de não saturar o mercado ou provocar a concorrência entre unidades da rede. Além das condições comerciais e aspectos legais do ponto.

Por isso, atualmente existem muitos consultores e empresas especializadas nessa área que dispõe de ferramentas necessárias para ajudar a formatar uma franquia, e ajudar as marcas a desenvolverem suas competências gerenciais. Como é o caso da GSPP.

A GSPP é uma empresa especializada em formatação de franquias, expansão de negócios, comercialização e consultoria de franquias e varejo.

Temos destaque no ramo de formatação de franquias no Rio de Janeiro e em São Paulo, nosso modelo de negócios estará presente nas maiores feiras de franquias do país.

Gostou do nosso conteúdo? Converse com um de nossos consultores e tire suas dúvidas!

Equipe GSPP

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *