fbpx

Por que empreender?

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Fique por dentro de Tudo que acontece no GSPP

Vários de nós, em algum momento da vida, sonhou em abrir um negócio.

Segundo o estudo Amway Global Entrepreneurship Report de 2017, nada menos do que 82% dos brasileiros alimentam esse sonho.

Desde a vontade de trabalhar com aquilo que realmente gosta ou a partir de uma ideia revolucionária, a vontade de abrir um negócio próprio sempre esteve presente entre nós.

De acordo com dados do SEBRAE, existem 6,4 milhões de estabelecimentos no Brasil. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas (MPE). As MPEs respondem por 52% dos empregos com carteira assinada no setor privado (16,1 milhões).

O que é empreender?

Antes de tudo precisamos entender o que é empreender.

Alguns podem dizer que empreender é abrir um negócio, mas entendo que é muito mais do que isso.

Para mim, empreender é transformar uma ideia em realidade de forma estruturada, correndo riscos financeiros e se comprometendo de corpo e alma, não medindo esforços para atingir o sucesso e tendo como objetivo final a perpetuação do negócio.

Claro que também precisamos ter a recompensa financeira e a satisfação pessoal!

Características do empreendedor

Para ser empreendedor além de muita vontade e um propósito claro do negócio é importante ter mais algumas características para conseguir obter sucesso nesse projeto.

Dentre algumas dessas características temos a determinação em não medir esforços para atingir os objetivos, a capacidade de correr riscos, a competência para fazer bem feito o que se propõe e também uma boa dose de otimismo!

Riscos existentes

Nem tudo é fácil e simples em qualquer situação de trabalho onde desejamos transformar nossos esforços em algum tipo de recompensa. Isso também se aplica quando se pensa em empreender.

Desta forma sempre é importante definir os possíveis cenários e identificar os riscos existentes em cada um deles, ficando sempre atento às diversas razões que podem levar ao insucesso de um negócio.

Podemos destacar os seguintes fatores:

  • Desconhecimento do ramo explorado
  • Falta de estudo do mercado e do comportamento do consumidor
  • Necessidade de capital de giro
  • Descontrole financeiro, principalmente misturando recursos próprios e recursos da empresa
  • Baixa qualidade de produtos e serviços
  • Não ouvir as mensagens e sinais dos consumidores

Como começar?

Passada a fase de decisão da escolha do caminho de empreender, é hora de começar a trabalhar pra valer!

O primeiro passo é estudar o segmento no qual se deseja abrir o negócio. Procure literatura na internet, converse com amigos que já atuam no segmento, verifique se existem cursos na área e busque ser um expert no assunto!

Depois é necessário avaliar o mercado local incluindo a existência de demanda, a concorrência, os preços praticados, se o produto/serviço é facilmente substituível ou pode se tornar obsoleto rapidamente e se os preços e custos permitem que o negócio seja sustentável.

Com essas informações já é possível elaborar um primeiro plano de negócio básico incluindo uma previsão de recebimentos e custos, além da necessidade de capital e tempo de retorno.

Essa informação é fundamental pois no início de qualquer negócio sempre poderá haver necessidade de se injetar mais dinheiro para cobrir situações não dimensionadas e também o prazo para começar a tirar algum ganho do negócio pode ser maior do que o planejado.

Com essas informações já se torna possível definir a forma na qual deseja empreender: se sozinho ou com sócio(s) e se vai abrir um negócio do zero ou partir para um modelo já com uma formatação pronta no caso das franquias.

Neste ponto a ajuda de uma consultoria com experiência em formatação de negócios pode ser bastante útil, ajudando e dimensionar melhor as necessidades e tirando dúvidas até então desconhecidas.

Não esqueça também que networking é fundamental nessa etapa trazendo sempre oportunidade de novas parcerias, conhecimento de alguns erros que porventura alguém já tenha passado e também divulgar e receber feedback do seu negócio.

Agora é hora de arregaçar as mangas e começar!

E como último conselho: Sonhe com o alto da escada, mas suba cada degrau de uma vez!

POR: LUCIANO KIELMANOWICZ, SÓCIO-DIRETOR GSPP FRANQUEADORA

GSPP

GSPP

Consultoria de varejo, serviços e desenvolvimento de redes de franchising; comercialização, gestão, formatação e Aceleradora de franquias.

Todos os Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber todas as nossas Novidades?

Deixe seu e-mail, entre para nossa lista vip, e receba tudo sobre franchising diretamente no seu e-mail.